quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Depressão!

Daí você explica para o seu coração que ele precisa ficar quieto, que todo paciente em recuperação precisa de repouso e nada de fortes emoções. Ele diz que entende, que vai ser obediente e que ele mesmo está precisando desse tempo.
Daí você acredita nele, mas um belo dia você percebe que tem algo errado! Não é que seu coração está te enganando, mas na verdade, ele está enganando a si próprio.
Flutuo entre a saudade do que um dia foi bom e fujo de qualquer possibilidade do que pode ser bom um dia. Esclareço. Vivi coisas muito boas, criei meu mundo cor de rosa, mas ele ruiu em pedacinhos minúsculos. Claro que tenho saudades da época que eu acreditava que tudo era perfeito, mas aquilo era ilusão.
Ainda quero ser feliz e quero gostar de alguém, mas o medo de dar tudo errado de novo é tão grande, que prefiro sufocar determinadas coisas antes mesmo delas darem os primeiros passos.
Hoje consigo ver que sou um completo idiota quando gosto de alguém. Levanto voo na sensação da paixão e passo meus dias feliz, só por ter em quem pensar, escrever, postar alguma coisa ou mandar uma mensagem. Sabe quando a gente escuta uma música e fica procurando um trecho que possa encaixar aquele alguém que gostamos? Isso me trás a sensação que aquela pessoa é um pouco minha, porém não conheço ninguém que esteja muito interessado nisso.
Então acabo voltando ao meu eterno dilema. Sexo por sexo vale a pena?  Pra mim não vale. Quero estar com alguém que goste da minha companhia mesmo depois de gozar. Quero gostar de alguém que também goste de mim.
Certo, não sei caçar. Tenho meus raros momentos de predador, onde eu olho e decido ficar com alguém, mas geralmente também meto os pés pelas mãos nessas situações. 
Dai eu chego a conclusão que mesmo eu tendo a sensação de que tem alguma coisa errada e que meu coração está enganando a si próprio, que mesmo assim, essa ainda é a melhor opção.
Cansei de subentender e achar que as pessoas queriam me dizer isso ou aquilo. Cansei de me apegar aos detalhes para construir as minhas histórias de faz de conta. Cansei de mim mesmo e isso me deprime. Por que gostar de alguém pode ser uma coisa tão ruim?
Às vezes mergulho de cabeça na realidade e percebo que continuo não tendo muita coisa a oferecer. Pessoalmente meus problemas psicológicos me travam e virtualmente... bem, relacionamentos virtuais estão longe de serem o ideal para a maioria das pessoas. Só loucos, como eu, poderiam estar interessados nisso.

Chutar cachorro morto.


Não sei se a maioria já ouviu essa expressão, mas ela tem um significado muito doloroso.
Essa semana alguém disse com todas as palavras que me amava. Eu já tinha dito anteriormente que essa pessoa paquera gostoso, mas que eu sabia que era só seu jeito carinhoso.
Já fazia um tempo que meu coração não acelerava assim e minha respiração não dava um leve sobressalto. Foi um momento de ilusão colorida, suave e quente que passou por mim. Levei alguns poucos segundos para raciocinar e perceber que aquilo deveria ser uma brincadeira de mau gosto. O assunto poderia ter se estendido, mas cortei antes que eu embarcasse em uma canoa furada, acreditando que aquilo era de verdade. 
Era uma brincadeira de mau gosto, daquela que crianças fazem sem muita maldade, mas que machuca. O que machucou não foi o fato dele brincar com a frase errada, mas foi perceber que todo o caminho que venho trilhando para me reconstruir foi em vão. Que finjo o tempo todo para mim mesmo que estou bem, mas eu estou um trapo.
Gostar de mim mesmo é a coisa mais difícil que já tentei fazer na vida e não está dando certo! Preciso encarar o fato de estar na fase de ter vergonha de gostar de alguém e mesmo que se eu estiver apaixonado, não vou ter coragem de dizer isso pra pessoa. Estou cansado de ouvir a palavra "amigo" e meu ex só aumentou meu trauma em relação a isso. 
Tenho amigos verdadeiros, mas quando essa palavra é utilizada em um contexto de te afastar, dói muito.
Minha ferida tinha uma pele fina cobrindo sua superfície e ela rompeu. Não doeu tanto, mas percebi que minha ferida ainda está ali e que eu estou utilizando o tratamento errado. Só não sei ainda qual é o certo.