quinta-feira, 12 de março de 2015

Insônia


Insônia
A dificuldade de dormir pode ser cruel. Você rola de um lado pra outro na cama e nada do sono vir.
No começo, quando finalmente eu conseguia apagar, alguns pesadelos me acompanhavam , então acabava acordando assustado, revivendo situações muito ruins da minha vida. Depois de uma semana, ou dez dias dormindo por volta de duas horas por noite, e já parecendo um figurante do seriado "The Walking Dead", lá vinha minha mãe com algum remédio para me fazer dormir. Até antialérgico ela me fez tomar, dizendo que dava sono.
Daí o psiquiatra passou "um calmante, um excitante e um bocado de gim..." ops! Esse é um pedaço da música do Cauby Peixoto. Enfim, sei que comecei a tomar remédio para poder dormir.
A primeira vez apaguei 18h e nem sequer me virei na cama... praticamente morri e ainda acordei todo babado.
"Então vamos cortar esse comprimido na metade!" Essa foi a brilhante ideia da minha mãe... Apaguei 12h.
Só que o corpo é um grande sabotador e ele consegue acostumar-se até com esses remédios. Depois de um tempo, tomar aquilo ou não, chega a ser indiferente. Troca-se o remédio e troca-se novamente depois...
Hoje eu só recorro a esse recurso quando preciso mesmo. Prefiro encarar minhas noites insones e utilizá-las para escrever no blog, fazer pesquisas, assistir animes ou seriados até não aguentar mais.
Sou um ser adaptável e acabo seguindo o ritmo das pessoas a minha volta. Alguns dias, quando minha mãe assume o plantão da clínica,  levanto as 4:30h da manhã e dias mais tranquilos, acordo as 6:00h. Não nego que algumas vezes não durmo, mas isso deixou de ser tão constante.
Quanto mais agitado e insatisfeito, menos eu durmo.

Falta de Sexo?


Quando meu amigo Ramon disse que o causador da minha insônia era falta de sexo, fiquei meio ofendido. Não sou puritano, mas é desaforo alguém nos falar que certas coisas se resolveriam de uma forma tão básica ou simples. É como dizer que você não tem um problema.
Com o tempo, acabei comprovando que uma coisa não tem necessariamente haver com a outra. Alguém poderia até falar algo do tipo: "E precisava de comprovação?!"
Não precisava, mas existem coisas que funcionam para algumas pessoas e para outras não. Vai que o Ramon só consegue dormir bem depois de uma noite de sexo selvagem?
Enfim, sei que existem fases na minha vida que durmo relativamente bem e hoje estou vivendo uma dessas fases. Estou feliz e meu Lobo me deixa incrivelmente tranquilo e confortável. Acho que segurança é a palavra chave das minhas melhores noites.
Na maioria das vezes ele sopra as nuvenzinhas negras pra longe da minha mente insana.
Acredito que cada pessoa tem seu fantasma particular. Da mesma forma que o cansaço físico pode te fazer dormir, o cansaço mental pode te deixar acordado por muito tempo, pois medo, preocupações, angustias te fazem ter pavor de dormir... e esse pavor vem mascarado com a simples falta de sono.

Os Novos Horários


Quando conheci meu Lobo, ele estava de féria. Só que as aulas começaram e seus horários e disponibilidades mudaram. Ele estuda pela manhã, então quem acorda cedo, deve dormir mais cedo, pelo menos se quiser ter uma vida mais saudável.
Insônia, só se for por estar bem acompanhado ;)
Nesse novo período, percebi uma certa preocupação dele em relação aos meus horários de sono. De forma divertida, ainda não decidi se acredito que essa preocupação é pelo fato de eu dormir pouco, ou se ele tem receio de me deixar online enquanto precisa estar na Terra do Nunca. Independentemente, gosto quando ele me chama para dormir ou fala para eu não ficar até tarde.
Não nego que fico meio cansado da minha mãe ser tão adolescente quanto minha irmã de 14 anos e de certas responsabilidades serem minhas. Então, para variar, é bom ter alguém preocupado se eu comi direito ou se tive uma boa noite de sono. Vou obediente para a cama quando ele ordena que eu durma cedo e até tomo meu remédio (que odeio) para assegurar poder cumprir o desejo do meu Lobo.
"Fácil assim te tirar de circulação e poder ficar soltinho na madrugada?" Dei risada quando a Clara perguntou isso. Uma pessoa só fica do nosso lado, enquanto ela quiser estar do nosso lado e por mais que eu seja paranóico e surtado, meu Lobo adolescente só tem me feito bem.
Ele não precisa me "tirar de circulação" para fazer o que bem entender da vida dele, mas se meu Lobo quer que eu vá dormir porque fica preocupado com o fato de eu levantar cedo para ir trabalhar ou se ele não quer que eu fique a mercê dos "caçadores" da madrugada, independentemente, vou me aninhar ao seu lado na cama e vou dar um jeito de dormir... feliz.