sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Deixe o Passado no Passado

Papai do Céu caprichou!
Já vai completar duas semanas que não estou em mim. Ando tão feliz que estou começando a apresentar sinais de paranoia. Outro dia o Shion disse que cada vez que acontecem coisas boas demais com ele, certamente uma muito ruim virá para contrabalancear... Isso dá medo!
Por que é tão difícil ser feliz?
Olho para trás e quase não consigo lembrar de quando fui feliz assim. Nesse momento que fujo da escuridão que aproxima-se da minha alma, que tenta me convencer que a tristeza é mais confortável porque já estou acostumado a ela. Isso não é verdade, ninguém gosta de viver coisas ruins, mas o desconhecido assusta.
Piso em ovos com medo de desagradar. Eu me mostro, mas depois fico preocupado dele não gostar do que viu... de quem sou realmente. Daí eu acabo lembrando da maioria dos conselhos que já ouvi quando o assunto é relacionamento, mas que nunca consegui por em prática e que varias vezes me perguntei se não foi a falta de colocá-los em prática que fez eu estragar tudo.
Meu Lobo me deixa a vontade para que eu possa reclamar meus problemas. Tem vezes que falo coisas que parece que ele já sabe e eu fico puxando na memória se eu já falei isso pra ele anteriormente, mas ela não é tão boa e isso tem a tendência de me fazer ser repetitivo. Daí penso que ele pode ter lido algo sobre aquilo em meu blog e acabo preocupado dele ter lido qualquer coisa que pudesse chateá-lo.

Hoje


Talvez porque eu estivesse esboçando esse post pela manhã acabei puxando um assunto que não devia. Surto e sofro sem motivo aparente, mas é que minha cabeça vem e vai em tantos pensamentos soltos e eu acabo deixando de vivenciar o hoje para sempre dar uma espiada no passado. Quando vejo, estou deslizando os dedos sobre algumas cicatrizes que tem em meu coração.
Ninguém deveria ter que enfrentar problemas que não gerou na vida do outro, mas quando vejo, já entreguei o "pacote" nas mãos do meu Lobo.
Pacientemente ele me escuta, argumenta e me diz tudo aquilo que eu preciso ouvir para poder deixar o meu passado no passado. Ele me estende a mão e diz "vem comigo" de forma tão suave, que não tem como não acreditar que dessa vez a história vai ser diferente.
Ele disse que às vezes tem a impressão que não acredito nele... não é isso. Na verdade, não acredito mais em mim e acabo caindo naquela história de não ser adequado para ninguém.

Decisão

Só nos teus braços encontro minha felicidade!
Mentira minha se eu disser que decidi alguma coisa. Meu Lobo me mandou calar a boca e esfregou na minha cara que me ama, que sou dele e que meu coração pertence a ele, independentemente de eu gostar disso ou não.
Pronto! Jogo fora a minha bagagem e me entrego totalmente a ele.
Descubro que era disso que eu precisava desde o começo. Meu Lobo não tem medo de ser amado do jeito que sei amar. Ele toma pra si minhas reclamações, minhas paranoias, meus medos e traumas... Abraça minha insegurança, beija minha dependência na boca e afaga minha possessividade como se fosse uma criança birrenta que ele estivesse pronto a ensinar boas maneiras.
Sim, eu estou feliz!
Com ou sem medo das coisas saírem do controle, com ou sem medo de me machucar, eu simplesmente alço voo, rodopio novamente no ar, bato asas em direção a lua e deixo seu amor me tocar e transbordar do meu ser... Sim, eu posso e quero voar novamente, mas só tem um lugar que quero pousar e me aninhar... Só um lugar ao qual quero pertencer e esse lugar é ao lado desse homem, protegido e enroscado em seus braços.
Sim, eu estou feliz porque estou amando!