quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Orgulho e Amor Próprio


Sempre ouvi dizer que quando levamos um pé na bunda a melhor coisa que tem é a gente tentar se amar. O velho e bom amor próprio. Falar a verdade, não acho que as coisas funcionam desse jeito.
Já conheci pessoas das quais gostei muito, mas meus sentimentos não eram retribuídos. A tal reciprocidade não é uma coisa que podemos cobrar de quem quer que seja, pois ninguém é obrigado a amar alguém. Concordo que não é nada fácil gostar de alguém que só te quer como amigo, ou às vezes nem te quer por perto, mas a gente reuni o amor próprio e tenta entende os porquês do outro. Claro que não é tão fácil assim, mas mesmo você sofrendo, tem que fazer parecer que é fácil assim.
Em várias situações na minha vida, me deparei com a proximidade do que seria o amor próprio e o que seria orgulho.
Seus sentimentos não são recíprocos, então você reúne coragem, mais o restante das tuas forças e segue em frente. Chega a conseguir realmente se tornar amigo daquela pessoa que um dia você se encantou. Isso foi orgulho ou amor próprio?
Existe um amigo que vocês conversam todos os dias pela internet, mas um dia você encontra uma mensagem dele dizendo que não quer mais sua amizade, não porque você tenha feito algo errado, mas porque ele acha que é o melhor. Inclusive ele pede para que você não tente contactá-lo e você, mesmo triste e confuso, nunca mais pretende procurar essa pessoa. Isso é orgulho ou amor próprio?
Seu namorado te dá um pé na bunda, você se arrebenta, mas mesmo quebrado e desesperado você não implora que ele fique. O que é isso, orgulho ou amor próprio?

Caminhando


É tão fácil as pessoas de fora falarem pra você que o amor próprio é o que vai curar seu coração partido... partido não, estraçalhado.
Daí você recolhe os cacos e tenta seguir em frente. Procura beleza em todas as situações que vive ou nas pessoas a sua volta, mas nada te satisfaz.
Tenha amor próprio, diz um amigo.
Você já não reclama mais e nem toca no nome da pessoa, pois ninguém quer saber se você superou, se seu coração está melhor. Elas já te falaram a frase mágica e você é inteligente e deve ter entendido: "Tenha amor próprio".
E em um ímpeto de dor, você decide que nunca mais quer amar, no máximo ter amor próprio ou orgulho, pois continuo sem saber a diferença.
É verdade quando alguém te diz que você precisa se gostar mais, cuidar de si mesmo, fazer coisas que gosta, que te deixam bem, mas o amor próprio não vai curar seu coração partido.
Juro que durante muito tempo, tentei não amar aquele que eu chamava de urso. Disse para mim mesmo, que não importava que ele conseguisse ser feliz sem mim. Juro que tentei amar verdadeiramente outras pessoas e até me encantei por algumas delas. Um teve a chance de se tornar a pessoa mais importante da minha vida, mas no final também não me quis.
Enfim, você está cansado e nada mais te importa. Você cola os cacos do seu coração da forma que dá e fica feliz por ele ainda parecer com um coração. Segue, pelo simples fato de não poder ficar parado, mas tudo é preto e branco.

Amor


Parece que eu nem lembrava mais como era ser feliz assim!
O Amor é mágico! Atravessa seu peito, toma sua alma, reconstitui cada pedacinho do seu sentimento, te faz feliz e torna seu mundo colorido mesmo que esteja chovendo. De repente você é capaz não só de voltar a voar, mas de querer voar! Não tem diferença se é noite ou dia, se está frio ou quente e principalmente, se alguma coisa do seu passado estava ou não bem resolvido para você. Deixou de importar, porque você está amando novamente!!
Se você conseguir se enxergar especial no olhar do outro e se entregar para esse sentimento, nada no mundo vai ser mais importante que isso.
Cure seu coração partido e sua alma com outro amor, pois o amor próprio é bom para você cultivar todos os dias, mas ele não vai conseguir transformar sua vida do dia cinzento para o colorido que você deseja.
Aprendi isso no momento que meu Lobo Adolescente entrou na minha vida. Ele não perguntou do meu passado, simplesmente me quis do jeito que sou. Tomou meu coração para si e invadiu meus pensamentos, sem se importar com que tipo de tralha ele precisaria jogar fora dali ou que tipo de mágica precisaria ser feita para me fazer feliz.
O amor me invadiu e eu quero que ele permaneça por muito tempo na minha vida.