segunda-feira, 21 de julho de 2014

Acabou...


Hoje completaríamos três meses de namoro se ele não tivesse terminado comigo no sábado.
Não estou com raiva do meu menino, bem, não posso mais me referir ao Viny como "meu", mas estou magoado, arrasado e completamente perdido sem ele na minha vida.
As coisas não vinham bem, alguns sinais piscavam em sinal de alerta toda hora na minha frente, mas eu insistia em não ver, ou pelo menos fingia não ver, para não ter que encarar certas coisas.
O Viny explodiu em um: "Você está me destruindo! Você me sufoca, não tenho espaço pra nada e me sinto um ratinho nas suas mãos!"
Fiquei perplexo! Como posso estar sufocando um namorado virtual que está distante de mim, que eu apoio que saia com os amigos e que eu mesmo pedi para ser bloqueado em um dos seus dois Faces para que ele pudesse ter liberdade de postar o que quisesse?!
Lembrei do Wise falando que eu era pegajoso, grudento e meloso... Não me importei em esconder essas "qualidades" do Viny porque ele disse que gostava dessas coisas... Acho que ele pensou que gostava.
Nesse momento, "acho" tantas coisas. Acho que só eu para chamar meu sentimento por ele de amor, pois se fosse amor mesmo não teria machucado, sufocado e obrigado o Viny a explodir de forma tão cruel. Parecia um bicho acuado, atacando por esse motivo, usando de palavras que sabia que me machucariam... o maior exemplo disso foi a palavra "amigos" em caps lock para dizer que tinha acabado.
Queria ter raiva dele, mas não consigo. Queria gritar para essa dor sair de mim, mas não posso. Queria parar de amar ele... mas ainda não é possível. Amar? Esqueci que preciso achar o nome correto para o que sinto por ele... mas eu ainda acho que é amor.
No mês passado, eu tinha começado um post e deixei como rascunho, nem sei porque não apaguei, mas quando li, percebi que infelizmente a situação perdurou até a hora que ele terminou nosso namoro. Infelizmente, a frieza dele nos comentários dos posts do Facebook eram pra eu ter levado mais a sério. Abaixo, segue o texto do mês passado:

"Coração apertado...
Espero não ter que publicar essa postagem.
Meu Viny é um garoto muito romântico e tem uma paciência enorme comigo, mas uma das coisas que sempre falou foi que é sincero... uma sinceridade que às vezes dói, mas é melhor que usar de subterfúgios para contornar a verdade.
Sempre alegando que é humano e que não é perfeito, deixa claro que não quer ficar com outra pessoa, mas não descarta a possibilidade, já que estamos tão longe um do outro.
Não espero fidelidade, pois não sou burro, mas não queria que ele me trocasse por uma ficada sem compromisso nenhum, por alguém que ele mal conhece e nem sequer gosta dele...
Sou hipócrita, pois na verdade a gente só conhece as pessoas convivendo, um dia depois do outro. Talvez se ele conhecer alguém e ficar com essa pessoa, seja só o começo de um relacionamento legal.
Novamente sou obrigado a reconhecer que tenho muito pouco para oferecer ao Viny e que o natural seria ele ficar com outra pessoa. Se eu parar para pensar bem, nem precisa ele ficar com outra pessoa para querer me deixar.
Você pode ler isso é imaginar que estou mal porque ele foi para uma festa (um evento que já está durando 4 dias) com os amigos. Na verdade, ele estar com amigos não me deixa chateado.
Quer saber o que me deixa chateado? Ele postar: "..eu prometo de dar carinho mas gosto de ser sozinho livre pra voar.." #forrosertãoouvindo Thiaguinho.
Dai eu reclamo e em vez dele pensar que eu fiquei chateado, na verdade, ele que ficou chateado comigo por eu ter reclamado...
Tem mais. Nesses dias ele resolveu responder meus comentários do Facebook no "coletivo" (palavra que ele usou). Verdade, ou ele curtia ou respondia no coletivo... Incrível como nenhuma palavra de carinho foi direcionada pra mim...
Então eu sou o namorado virtual, que fica em casa e nem precisa encher a bola dele, pois nesse momento ele tem mais o que fazer!!
O pior é que se ele ler essa droga, eu ainda vou me arrepender!!!
Estou me sentindo mendigando atenção de novo!! Eu sou tão patético!!"

 Os Sinais


O Viny nunca deixou de ser carinhoso do Whats App, mas não comentou minha ultima postagem no blog. Parecia besteira eu me incomodar com isso, mas no final não era besteira. 
Ele voltou a responder meus comentários no Face, mas até pessoas que eu mal conheço são menos impessoais do que ele era... Eu não queria reclamar para não ficar arranjando discussão, mas o que adiantou?
Não posso recriminá-lo por escolher o que é melhor pra ele, mas posso ficar triste pelo melhor ser ele ficar bem longe de mim.
Dissemos que ia ficar a amizade, mas não sei se vai funcionar. De um lado alguém que ainda ama, mas que ama de forma a agredir e sufocar o ser amado. Do outro lado, alguém que foi machucado e sufocado por esse sentimento desmedido e que está precisando demais de um pouco de paz...
Estou me sentindo completamente sozinho... vazio... perdido... triste...
Meu ursinho me deixou :´(