quarta-feira, 15 de abril de 2015

Maluco Beleza!

Vejo tanta gente reclamando de terem que tomar remédios, que cheguei a mudar de ponto de vista algumas vezes. Entre os benefícios e os efeitos colaterais, fico agradecido deles existirem.

"Você é dependente de remédios!"

Eu sou. Por que vocês não falam isso para um hipertenso, um diabético, um portador de HIV, alguém com câncer ou até mesmo para aquela pessoa que precisa de analgésico para uma dor muscular ou uma simples dor de cabeça? Tanta hipocrisia a minha volta!
Eu tomo comprimido para dor de cabeça e tomo comprimido para dormir. Fico menos instável emocionalmente quando tenho minhas "muletas", mas não vejo ninguém reclamar quando as muletas são literais. Você não levantaria do seu acendo no ônibus se um cara chegasse de bota de gesso e um belo par de muletas para conseguir apoiar-se? (Espero que a resposta seja "sim" ou serei obrigado a questionar sua conduta. Você está em uma situação pior que ele, para não poder ceder seu lugar?)
Enfim, estou me sentindo melhor essa semana. Não tive crise, não surtei e não me acabei de chorar porque algo saiu pela tangente da minha expectativa. Aceitar minha realidade de uma forma mais tranquila é mesmo um benefício, pois assim tenho tempo de modificar e digerir o que preciso.
Assumir que vou ao psiquiatra e a psicóloga não é uma coisa fácil de se fazer, já que as pessoas tem um enorme preconceito contra quem procura ajuda quando precisa. Espero que você não seja uma dessas pessoas.


Maluco Beleza - Raul Seixas