quarta-feira, 22 de abril de 2015

Obsessão!

"Obsessão pode ser uma palavra com um significado tão lindo!"


Se é o que eu realmente acho? Esta frase está na abertura da minha página no Tumblr e sempre pensei assim até fazer uma pesquisa rápida do Google!!

Você é minha luz!
Significado no dicionário:
"Obsessão é o substantivo feminino que significa um comportamento de importunar ou perseguir alguém de forma insistente."
Até aí nem seria tanto o problema, mas essa coisa de "importunar" é algo que está tão infiltrado em meu psicológico, que começo a pensar demais no assunto. Sempre tive medo de importunar as pessoas, sejam meus amigos, parentes e, principalmente, a pessoa que amo.
Penso 10 vezes antes de chamar alguém para conversar nas redes sociais, ou de entrar em contato com pessoas próximas, pois meu medo de incomodar é enorme.
Continuando com a história da pesquisa, acabei caindo em uma matéria sobre Amor Obsessivo - Psicóloga Marisa de Abreu, onde um dos pontos ressaltados é que a fragilidade emocional de uma pessoa pode se tornar tão intensa, a ponto de desenvolver dependência em relação a outra pessoa.
Definitivamente, meu Lobo deve estar enrascado! Até eu já percebi que sou obcecado por ele!!
Pela matéria, sou obrigado a concluir que eu "acho" que amo demais, mas na verdade é só um sistema patológico, do qual tenho propensão por já ter TOC, síndrome do pânico e depressão.
Então vou acabar exigindo o mesmo tipo de atenção e a pessoa que é meu objeto de obsessão vai sentir-se altamente incomodada e pode até se afastar por isso??
Eu até perderia o sono depois dessa, se meu Lobo já não soubesse que sou louco por ele e se já não tivéssemos conversado a esse respeito.
Para alguém que ama de forma obsessiva, seja por fragilidade emocional ou por um problema classificado por patológico, o contraponto é a outra pessoa gostar de ser amada dessa forma.
Se o amor é um fogo que arde sem se ver, confesso ando meio cansado de classificações. Os rótulos servem para esclarecer o que é o que, mas quando falamos de amor, acho meio difícil classificar o que é certo ou errado.
Voltando a pergunta que fiz no comecinho do post, sim, eu acho que obsessão pode ser uma palavra com um significado lindo. Se isso não for saudável para alguns, mas continuar fazendo bem para mim e para ele, quem pode dizer que é ruim se não estamos prejudicando ninguém?
Tudo isso para esclarecer que não tenho mais medo de amar meu Lobo de uma forma genuína e própria. Do nosso jeito, do jeito que ele gosta, que eu gosto... Deixa a classificação para quem está de fora.
Realmente sou sua presa, então me observe, me persiga e me devora! 
Sou seu caçador, então te observo, te persigo, tento te domar e te prender!
É uma dança ou um jogo, que importância tem? É certo que esse homem me faz feliz e que eu o faço feliz!
Só uma curiosidade para quem gosta de etimologia, a palavra obsessão e obcecado têm origens distintas. Obcecado tem origem no latim obcaecare, que indicava um estado de cegueira. Isto porque o indivíduo obcecado não consegue avaliar os seus comportamentos e a própria realidade. Por outro lado, obsessão vem do latim obsedere, que indicava o ato de cercar ou rodear alguma coisa ou alguém.
De toda forma, vou repetir mais uma vez que estou vivendo meu conto de fadas e que nunca me senti tão feliz na vida!

Originalmente não estava na postagem, mas minha Diva Elis disse no Twitter que esta música lembrou o post, então aqui está: 

Obsessions de Marina And The Diamonds