terça-feira, 1 de setembro de 2015

Intensidade

Definitivamente, agosto não foi um bom mês, pelo menos não para mim. Meu Lobo esteve praticamente presente todas as noites, pois dormi enroscado em seu pelo, protegido dos perigos da floresta. Só não sei quais perigos.
Passei o mês vendo seu olhar distante de mim, preocupado com coisas que ele não compartilha, Diversas vezes eu disse que estava sentindo sua falta, mas ele anda tão mergulhado em outros caminhos, que até escutou, mas definitivamente não me ouviu.
Não tenho dúvidas de seu amor, mas paixão não é algo que ele demonstra, mesmo que sinta. A emoção da caçada é algo tão distante da minha realidade hoje, que quando tentei fazer o papel de caçador, foi no mínimo desastroso.
Percebi que minha necessidade dele extrapolou as expectativas e eu meti os pés pelas mãos. Não sirvo pra isso. Continuo frustrado e só consegui me machucar profundamente.
Aquele ar de chuva ainda está presente... Eu tenho medo da resposta, mas se eu corresse floresta a dentro, ele me caçaria ou simplesmente esperaria que eu voltasse? Acho que não tenho forças de pagar pra ver...
Um novo mês começa e com ele a expectativa das coisas serem diferentes, afinal hoje tem sete meses de namoro e isso parece um bom presságio. Que setembro seja maravilhoso dessa vez.