sexta-feira, 25 de abril de 2014

Namoro Virtual

Eu - Seu Chapeleiro
Qualquer pessoa que ler meus posts sabe que eu não faço ideia do que é um namoro virtual, ou melhor, como funciona isso. Posso falar das sensações que tenho ao teclar com uma pessoa que fica até as quatro horas da manhã conversando comigo, me dando atenção e me fazendo companhia só porque sofro de insônia.
Também posso falar como é bom ter alguém que me dá "bom dia" quando acorda e "boa noite" antes de ir deitar-se, que me convida para descansar em seus braços e tentar dormir um sono profundo. Por incrível que pareça, já dormi bem duas noites nesta semana só porque pude abraçar meu travesseiro e imaginar que estava acolhido nos braços deste homem.
Certo, minhas visualizações podem ser boas porque não bato muito bem da cabeça, mas o fato é que estou feliz por ter alguém que gosta de mim, mesmo louco como sou!
Conheci Vinicius pelo famoso Facebook. Logo no primeiro dia, ele disse que tinha uma regra: "não curto namoro virtual". A pergunta é: "Quem curte?"
Você - Minha Alice
Pegamos amizade e conversamos um dia, dois, três... Ele é atencioso, todo meigo, muito fofo e fora que tem aquele sorriso de matar! Noventa e nove por cento das fotos que vi, ele está sorrindo largamente e seu olhar transmite uma sensação boa, ora malicioso, ora inocente e doce.
Ele disse que eu lembrava o Chapeleiro do País das Maravilhas... E eu disse que ele era minha Alice, razão de me fazer bem com sua presença. Ficou! Consigo viajar nas minhas sandices e minha Alice me acompanha, igual uma dança... Nessa minha loucura sou tão feliz...
Esse garoto é tudo de bom e veio me conquistando aos poucos. Não teria como sua presença não marcar minha vida, pois ele é tudo que eu poderia querer. O Viny me corteja em minha loucura, afaga meu lado mais carente e me dá a atenção que eu sempre desejei. Tem como não se apaixonar por um cara assim?
Então, no dia 21 ele quebra as próprias regras e me pede em namoro *.*
Eu já estava enamorado por ele e aceitar esse pedido só foi uma decorrência natural daquilo que estamos vivenciando desde o dia que nos conhecemos. 
Quero fazer bem pra ele, o mesmo tanto que ele faz pra mim. Quero ser importante, brincar de forma boa com seu imaginário e fazê-lo feliz.
Sou como uma criança em tuas mãos
Afinal das contas, acho que papai do céu teve dó dessa alma perdida e me presenteou com um amor puro e lindo como esse. Mesmo que estejamos distante, pois moro em São Paulo e ele na Bahia, sinto como se eu pudesse tocá-lo a cada vez que conversamos.
Passei por um amor de brincadeira, que me fez sofrer.
Passei por um amor avassalador, que me fez sofrer ainda mais.
Passei por um amor unilateral, que apaziguou meu coração e me fez tão bem, mas era a preparação para um amor correspondido.
Quem não quer ser querido, cortejado, desejado e amado? Meu Viny é tudo isso é muito mais.