sábado, 29 de março de 2014

Um Pouco de Mim Mesmo

Tenho a péssima mania de escrever só quando estou triste. Quando comecei a namorar com o Luka, existiram coisas boas, mas não postei para não magoar o Wise, pois ele tinha dito que mesmo não gostando de mim "da forma que eu queria", ele ainda sentia ciúmes quando o assunto era meu primo.
Hoje, mesmo não estando mais com ele, sinto falta de não ter escrito os bons momentos, pelo menos para relembrar que eles existiram. O Luka é uma boa pessoa e tenho muito carinho por ele, só não consegui ir além disso.
Não vou cometer esse erro duas vezes, pois quero poder contar pra você meus momentos de felicidade. Eles são tão raros, mas extremamente importantes para a minha sobrevivência. 
Você - Atencioso, Generoso e Fofo
Quando eu conversei com o Pedro ele disse que me amava e que não sabia viver se mim. Estaria completamente de quatro, feliz com mais essa frase dele tão vazia de atitudes, se não fosse a forma que ele já me tratou antes. Nem é questão de amor próprio, pois se eu tivesse isso, não teria corrido tanto atrás dele. Só que eu tinha lido e relido cada frase bonita do Pedro pra mim e percebi que eram frases apenas. Minha mágoa não me deixou ver nenhum sinal de sentimento, se é que algum dia existiram.
Dei uma chance pra mim, pra ele talvez, e disse que estava magoado, mas se ele me amasse mesmo, que tentasse me reconquistar. Adivinha? Ele não tentou nada, absolutamente nada.
Falar a verdade, isso não me surpreendeu. O Pedro me teve fácil demais e quando isso acontece, não damos valor.
Também não sou tão esperto assim. Minha atenção está sendo cativada, dia após dia, por outra pessoa. O Samuca apareceu na minha vida exatamente no dia que o Pedro entrou em contato. É claro que eu passaria minha noite acordado, mas o plano já era faxinar o apartamento todo!!
Passei uma noite extremamente agradável com esse guri... e venho passando um dia depois do outro de forma cada vez melhor.
Até eu notei que não estou entrando no Twitter pra reclamar da vida...
Samuca é aquele amigo extremamente atencioso, generoso e fofo. Ele deixa eu paquerar com ele, sem me podar. Às vezes me provoca de forma gostosa (rs...) e isso me faz bem. Gosto de conversar com ele e ele diz que gosta de conversar comigo. Isso é mais do que suficiente pra me manter em um estado de felicidade profunda.
Talvez logo ele canse de mim, pois como já me disseram eu impregno... Tento demais fazer diferente, mas não consigo deixar de absorver cada grama desse carinho que ele está me oferecendo. Só espero que quando chegar a hora, ele se afaste de forma gradual, deixando eu conseguir me apoiar para não cair.
Sabe, hoje eu criei coragem para olhar as fotos dele com o ex. Engraçado como me senti... Pela primeira vez eu tive dó de uma pessoa, pois quando ele perceber que perdeu o cara mais incrível do mundo, ele vai se arrepender. Espero que quando esse dia chegar, meu garoto esteja tão bem, que consigo dizer um "passa fora" pra esse cara.
Eu sei que sou complicado demais e que minha realidade ainda não é boa para ser compartilhada com ninguém, mas com certeza eu não ansiaria por "liberdade" se tivesse esse guri do meu lado. Bem, isso é assunto pra outra hora.